Dentista é condenada por homicídio por morte de paciente

Uma idosa, que já era paciente da dentista há muitos anos,  foi realizar um novo tratamento dentário com a profissional.

Ela era diabética e hipertensa, condições que a dentista conhecia, afinal ela já havia realizado inúmeros tratamentos sem qualquer problema ou complicação.

Mas no último, ao aplicar a anestesia, a paciente sofreu uma parada respiratória na hora e morreu na cadeira da dentista.

A profissional foi processada e condenada por homicídio culposo, pois teria sido imperita causando a morte da idosa.

A dentista recorreu da decisão e foi absolvida pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. Ela conseguiu provar que não houve erro, que adotou todo o protocolo esperado, e que não poderia ter feito nada diferente para evitar lamentável ocorrido.

Provou que é inocente, que não houve falha. Mas isso não a livrou de pagar bons advogados para se defender cível e criminalmente

Agora imagine o desespero de um profissional ao ser acusado de homicídio!

Por isso que é tão importante ter uma apólice de RC Profissional com as coberturas adequadas para contratar um bom advogado. Já basta a preocupação com a acusação. Os custos financeiros não podem ser mais um peso nesse momento para o dentista, ele precisa contar com uma boa apólice.

Um detalhe importante é que esse caso poderia ter ocorrido com qualquer dentista em qualquer procedimento, até em um simples canal. Veja que todos precisam ter uma apólice.

E para aprender a usar exemplos e mostrar a importância do seguro de RC Profissional assista hoje gratuitamente o  Desafio 100 apólices em 100 dias para dentistas.

Deixe uma resposta