Estudos de Caso

Tenha acesso ao nosso banco de Estudos de Caso de sinistro e use os exemplos certos na sua reunião de venda.

Seguro D&O

Homicídio culposo acidente de trabalho

  • Administradores processados por homicídio

Termo de Compromisso CVM

  • Processo administrativo sancionador – acordo com a Comissão de Valores Mobiliários
  • Processo administrativo sancionador – acordo com a Comissão de Valores Mobiliários

Termo de Compromisso BACEN

  • Processo administrativo sancionador – acordo com o Banco Central

Responsabilidade objetiva CDC

  • Administradores responsabilizados sem a comprovação de culpa – condenação e custos de defesa

Ação empresa (tomadora) contra segurado

  • Tomadora processou os administradores para responsabilizá-los pela insolvência da companhia

Suspensão do diretor clínico

  • CRM impôs pena de suspensão contra o diretor clínico responsável pela instituição de saúde.

Seguro RC Profissional

Advogados

  • Perda de uma chance
  • Inércia para ação de execução
  • Perda de prazo

Agências de viagens

  • Ausência de visto para conexão
  • Extravio de bagagem
  • Cruzeiro cancelado
  • Furto de bens no quarto do hotel
  • Atraso no voo

Casa de Idosos

  • Tratamento inadequado

​Clínica para dependente químico

  • Ausência de informação sobre a medicação

​Corretores de seguros – exemplos de sinistro

  • Ausência de cobertura na apólice – Sinistro de furto de veículo

Dentistas

  • Reclamação sobre o resultado do implante

​Clínicas Odontológicas

  • Responsabilidade objetiva sobre os atos dos dentistas

​Escolas

  • Dano moral – registrou aluno trans com o nome de registro nos cadastros da instituição
  • Dano moral – alegação que aluna plagiou o TCC

Farmácia

  • Erro na manipulação de medicamento

Hospitais

  • Amputação de dedo por erro no acesso a veia
  • Tetraplegia de recém nascido
  • Queda de paciente da maca
  • Omissão de informação dos riscos cirúrgicos
  • Suicídio

Laboratórios

  • Erro no resultado de sexo da criança
  • Falso positivo para câncer de mama

​Oficiais e notários

  • Ato desonesto de empregado (apropriação indébita)
  • Oficial não confirmou a identificação ao colher assinatura
  • Assinatura falsa registrada em cartório

​Operadora de plano de saúde

  • Responsabilidade objetiva pela falha de hospital indicado
  • Responsabilidade objetiva pela falha de profissional indicado

Veterinário

  • Omissão de informação sobre os riscos do tratamento
  • Castração gata
  • Transfusão de sangue

​Pet Shop

  • Ferimento causado no banho e tosa

E mais

Exemplo de Sinistro RCG

  • Academia de ginástica
  • Farmácia

RCP – O erro na divulgação precoce da morte de Gugu

Na última semana todos ficaram comovidos com a trágica e prematura morte do apresentador Augusto Liberato. Alguns jornalistas publicaram o falecimento do apresentador antes mesmo do prazo necessário para a equipe médica atestar o óbito por morte cerebral.

Um erro, uma vez que a informação era precipitada e causava ainda mais angústia e sofrimento em uma família que ainda tinha esperanças de ocorrer alguma atividade cerebral antes do término do prazo necessário para o diagnóstico.

Esses jornalistas expuseram a si mesmos e a empresa a qual prestam serviços, visto que assumiram o risco de serem demandados por danos morais possivelmente causados a esposa e aos três filhos.

O risco de condenação pela responsabilidade dos danos morais causados pelos jornalistas, poderia estar amparado por uma apólice de responsabilidade civil profissional. Esse seguro é constantemente citado como exemplo de proteção para advogados, médicos, engenheiros, contadores, mas não é lembrado para outras atividades profissionais. A recente situação demonstra o risco das empresas de mídia, o qual poderia ser mitigado com a contratação da apólice.E esse seguro não é uma exclusividade da empresa, os próprios jornalistas poderiam também se proteger com o RC Profissional Miscellaneous.